Salto de Paraquedas – Boituva São Paulo

Oii gente!

Uma das minhas metas para 2016 era experimentar coisas que me dessem medo e saltar de paraquedas, com certeza, era um dos primeiros itens da lista.

Escolhi o Centro Nacional de Paraquedismo, o maior da América Latina, localizado em Boituva, há 100 km de São Paulo. Meu salto estava marcado para às 8h da manhã, um dos melhores horários para saltar, pois nesse horário, geralmente, o céu está limpo e não há tanta instabilidade no ar.

Durante 20 minutos, fui orientada sobre como seria o salto. Roberto, meu instrutor e dono da escola, tem um currículo invejável de mais de 9 mil saltos em diversos países do mundo.

Chegou a hora, era hora de saltar. O resultado vocês conferem nesse vídeo: adrenalina indescritível, sensação de liberdade absoluta e total superação.

paraquedismo-boituva-japa-viajante

paraquedismo-sao-paulo-boituva-escola-brasileira-japa-viajante

paraquedismo-boituva-sao-paulo-japa-viajante

paraquedismo-boituva-japa-viajante-sao-paulo

Dicas:

  • Vista roupas esportivas para o salto
  • Alimente-se normalmente
  • Leve um documento de identidade original. O aluno deve ser maior de 18 anos e ter um peso de no máximo 95kg (entre 96kg e 115kg há taxa adicional de R$80,00)
  • Para alunos de 16 e 17 anos há necessidade de autorização dos pais por escrito

Onde:
Escola Brasileira de Paraquedismo
Salto Duplo de Paraquedas
Av. Industrial s/n, Boituva, saída no km 116 da Rodovia Castelo Branco.

Quanto:
R$ 287,00 (salto de paraquedas + 10 fotos)

Filmagem:
R$ 160,00

Demais né?!

Um super beijo!

Fer Toyomoto.

 

Por que eu amo viajar?

Oii gente!

Tenho pensado muito sobre essa pergunta e por que do meu amor pelas viagens e pelo mundo. Acredito que as viagens me fazem esvaziar de preconceitos, de modo que consigo ver, ouvir e questionar o que me cerca, onde assumo uma postura mais curiosa e humilde para sentir e descobrir o entorno.

É como se eu fosse uma criança que deseja descobrir o por que do céu é azul, coberta de empatia e solidariedade. É inevitável, fico maravilhada com tudo a minha volta.

Chegar ao destino não é a melhor parte, a melhor parte é a jornada e do que seria esse trajeto sem essa montanha russa de emoções?! Amo esse frio na barriga, sem saber o que me espera, mas com a convicção de que tudo dará certo.

porque-amo-viajar-japa-viajante-fernanda-toyomoto

Essa emoção de desbravar o desconhecido, sentir a brisa no rosto, encontrar o silêncio da alma e a busca pelo autoconhecimento, ultrapassando meus próprios limites, me fascina.

Para mim viajar é mais do que visitar um monumento, é descobrir aos poucos os mistérios da vida. A cada viagem percebo o quanto sou pequena perante ao mundo, a cada viagem aprendo a apreciar a vida como ela é, repleta de singularidades.

Viajar, para mim, é ser livre para ser quem eu sou, aberta para novas amizades e coração aberto para o novo. Nas viagens, vivo cada momento intensamente, pois sei que as coisas podem mudar…

Um super beijo!

Fer Toyomoto.

Se você pode sonhar, você pode fazer!

Oii gente,

Que saudade que eu estava em escrever aqui no blog , estive sumida nos últimos meses, organizando as ideias e os projetos futuros. Voltar para o Brasil  me fez lembrar o quão bom é estar de volta.

No blog já eu sempre disse sobre o que realmente importa, seguir seu coração e sobre os desafios de ficar. Eu decidi ficar e essa é uma pergunta que todo mundo me faz: qual o seu próximo destino? Meu próximo destino será sempre onde meu coração está!

O blog sempre foi minha paixão e acredito que eu devo uma explicação a vocês pelo sumiço. Por isso, esse post será dedicado aos meus leitores que me cobram pela falta de atualização e principalmente aos meus amigos e familiares, pois eles sabem quanto o blog é importante para mim e um especial para o meu melhor amigo Thiago Cerqueira do blog The Trend Killers, um dos meus maiores incentivadores.

Acho que todo produtor de conteúdo tem um momento de reflexão, aquele famoso bloqueio criativo, o momento de insegurança ou qualquer que seja o motivo e desculpa para não produzir algo.

japa-viajante-fernanda-toyomoto

O blog é uma parte de mim, é o momento em que abro meu coração para vocês, literalmente sem filtros, onde mostro realmente quem eu sou e isso às vezes me bloqueia. Tenho refletido muito sobre minha falta de atualização, pois é algo que me incomoda e muito, é como se cada vez que eu não atualizasse o blog eu fosse, aos poucos, desistindo de um amor.

Porém, minha paixão por compartilhar com vocês coisas que fazem meus olhos vibrarem e aquece meu coração, é muito maior. Por isso, declaro minha volta oficial ao blog.

Pareço aquelas sentimentais que ficam se desculpando e cheias de mi mi mi. Por quê né?! Convenhamos, ninguém é obrigado (a) ouvir as minhas lamentações haha, mas o blog é realmente importante para mim e a cada comentário e mensagem que eu recebo de vocês, me enchem de alegria e gratidão.

Ontem recebi uma mensagem muito especial de uma leitora: olha só!

se-voce-pode-sonhar-voce-pode-fazer-japa-viajante

São mensagens como essa e todo o carinho que tenho recebido com o blog nesse último ano, que me fazem não desistir do Japa Viajante.

Esse post quero dedicar a vocês e todos que me apoiam. Saibam que vocês são minha fonte de inspiração!

Ontem, fui assistir o musical da Broadway “Meu amigo, Charlie Brown!”, que aliás indico para todos que estão em São Paulo, e uma das músicas que mais me tocou foi “Ser feliz”, um trechinho para vocês:

“Ser feliz manhã e noite,
dormir e acordar,
pois ser feliz é cada um
e tudo o que você puder amar…”

Obrigada por todo o carinho. I’m back! ❤

Um super beijo,

Fer Toyomoto.

Feliz Natal – Adote um animal

Oi gente,

Qual seria um verdadeiro presente de Natal para você? 🙂

Estima-se que no Brasil há mais de 30 milhões de cães e gatos abandonados e esse número cresce a cada dia.

Que tal fazer uma boa ação nesse Natal e adotar um animal?!

Eu, Mel e Mimi desejamos um Natal maravilhoso, repleto de muita paz, amor, saúde e muito sucesso! ❤

Um super beijo,

Fer Toyomoto.

Empanadas argentinas – como fazer?

Uma das comidas mais tradicionais da Argentina são as empanadas caseiras, além de fáceis de fazer são uma delícia! Quando morei em Mendoza, nosso programa de sábado a noite preferido era comer empanadas e tomar um vinho ao som de uma boa música.

As empanadas são similares ao pastel de forno brasileiro e pode ser assado ou frito.  Essa delícia surgiu quando os trabalhadores do campo / viajantes preparavam a merenda para uma longa jornada, originando nas  empanadas, que podem ser recheadas de carne, aves, queijos e até chocolate.

Olha só no vídeo, super fácil de fazer. Um super obrigada para Mili e Leticia, que fizeram as empanadas, meninas vocês são verdadeiras master chefs ❤

Empanadas caseiras

Ingredientes:

  • 250g de carne moída (temperada e cozida)
  • Massa para empanadas (é possível encontrar em qualquer supermercado)
  • 1 gema para pincelar

Como fazer?

  1. Pegue uma fatia de massa, adicione cerca de uma colher de sopa de recheio e feche a empanada como se estivesse torcendo as pontas.
  2. Pincele com uma gema e as leve para assar em forno pré aquecido á 180ºC por 35 minutos ou até dourar.

Observações: 

Se preferir, você pode fazer a massa caseira e trocar a carne por frango, queijo ou o recheio que preferir. Para fazer a massa você vai precisar de: 250g de farinha de trigo, 50g margarina, 2/3 água e sal, junte todos os ingredientes até que forme uma massa homogênea.

empanadas-argentinas-caseira-como-fazer

Me contem como ficou a de vocês! Espero que gostem!

Super beijo,

Fer Toyomoto.

Amritsar – Golden Temple

Namastê!

Os próximos posts serão uma mescla de Índia, Argentina e Brasil. Depois do Hangout em parceria com a AIESEC Brasil, muitas pessoas me perguntaram sobre ser mulher na Índia e como é viajar sozinha. Uma das viagens que fiz sozinha durante minha estadia na Índia foi para Amritsar, estado de Punjab. A cidade é famosa pelo Golden Temple, um templo da religião Sikh.

Golden-Temple-Amritsar-Punjab-India-japa-viajante

O Skihismo é a quinta maior religião do mundo, possui um único Deus e segue os ensinamentos de dez gurus sagrados.

Identificar uma pessoa Sikh é muito fácil, pois os devotos da religião nunca cortam os cabelos e nenhum pelo do corpo, por isso os homens usam sempre turbantes para preservar os cabelos das impurezas do mundo e usam,também, o kara, um bracelete de metal, que representa a eternidade.

Outro utensílio que, geralmente, carregavam é uma faca – não necessariamente afiada – para proteção.

Golden-Temple-Amritsar-Punjab-India-japa-viajante-travel

Os devotos sentam no chão para polir o templo

Os devotos ficam sentados no chão para polir o templo

O Golden Templo é um templo que simboliza a paz e a igualdade, por isso qualquer pessoa de qualquer posição social e religião pode ir ao templo rezar. O templo é coberto por 750 kg de ouro puro, luxo total.

complex-Golden-Temple-Amritsar-Punjab-India-japa-viajante

Golden-Temple-Amritsar-Punjab-japa-viajante-india

Para entrar no complexo é necessário tirar os sapatos, lavar os pés na entrada do templo e cobrir a cabeça. A dica é levar um lenço com você, caso você esqueça, na entrada há lenços disponíveis de graça, os quais você devolve na saída.

Fila das mulheres - entrada para o Golden Temple

Fila das mulheres – entrada para o Golden Temple

O templo transmite uma paz inacreditável, enquanto eu meditava por lá, cheguei a dormir por algumas horas no próprio chão, acordei com o pessoal da limpeza, falando: “Levanta, levanta, queremos limpar” haha.

Golden-Temple-Amritsar-Punjab-India-japa-viajante-travel-women

Amritsar fica localizada a 643 km (16h de ônibus) de Jaipur, local onde eu morava. A viagem foi bem tranquila. Fui de ônibus a noite e cheguei lá de manhãzinha.

Minha dica para quem é mulher e vai viajar a noite, como eu, é usar roupas locais, eu por exemplo estava usando uma roupa indiana e cobri o tempo todo a cabeça com o lenço, assim não chamava tanto atenção.

Para ir até lá é super fácil, os ônibus saem da rodoviária e te deixam no centro da cidade, bem pertinho do templo.

Só no disfarce no ônibus haha

Eu só no disfarce no ônibus haha

Olha só o vídeo ❤

Onde: Amritsar, Punjab.

Quanto: Grátis.

Hospedagem e alimentação: como o templo prega a igualdade entre os seres humanos, é possível ficar hospedado dentro do próprio templo, onde também são servidas refeições diárias, tudo de graça.

Super beijo,

Fer Toyomoto.

 

 

Hangout Japa Viajante e AIESEC Brasil

Ontem a noite rolou um Hangout super bacana em parceria com a AIESEC Brasil, onde contei um pouco sobre o meu intercâmbio profissional na Índia e meu intercâmbio voluntário na Argentina.

Gostaria de agradecer a AIESEC Brasil e toda a equipe de marketing que me ajudou para que o Hangout fosse um sucesso e, também, agradecer a Laura, diretora de Marketing da AIESEC Rio de Janeiro, por ter sido a moderadora do bate papo.

Falamos muito sobre autoconhecimento, foco em solução, liderança, empoderamento das pessoas e preocupação com os problemas globais ❤

A conversa completa você confere aqui 🙂

Beijos,

Fer Toyomoto.