Como tornar a sua viagem mais significativa?

Oii gente,

Viajar sem dúvidas é transformador, mas antes de iniciar essa jornada, que muitas vezes é interior, há três questões fundamentais que permitirão vivermos uma experiência mais significativa: objetivo, tempo e dinheiro.

Mais do que uma busca que pode soar até como espiritual, viajar com propósito é algo que faz o coração vibrar, é se permitir viver essa aventura. Para mim, uma viagem transformadora engloba: autoconhecimento, conhecer e compreender novas visões de mundo e criar conexões.

O entendimento da diferença entre uma longa viagem e uma viagem de férias é fundamental para uma viagem significativa. Nas férias temos a tendência de viver experiências mais superficiais, focadas no turismo. Em uma longa viagem, o turismo faz parte da essência, mas há outras experiências que serão exploradas.

Por isso, gosto sempre de lembrar dos meus objetivos com essa experiência, eles serão o ponto de partida para o planejamento. Depois, o tempo de viagem, quanto mais tempo de viagem mais me permito viver experiências fora da bolha. E por fim, o dinheiro, onde viajar barato é uma escolha que me conecta de forma genuína com a cultura local.

São jornadas de autoconhecimento em que saímos de casa de um jeito e retornamos completamente mudados. Eu acredito muito em viagens que vão além do turismo e do dia 24/04 a 02/05 acontecerá um Congresso Online Gratuito sobre Viajar com Propósito, serão 14 palestras, está demais. Link da inscrição: https://bit.ly/viajarcompropositocongresso

Confira o vídeo sobre como tornar a sua viagem mais significativa ❤

Um beijo,

Fê Toyomoto.

Anúncios

Roteiro de 2 Dias em Monte Verde, Minas Gerais

Oii gente,

Monte Verde fica apenas 167 km de São Paulo e é uma cidade muito legal para passar um fim de semana, tanto para casais por causa do clima romântico, quanto para os aventureiros que adoram passeios radicais.

Confira o roteiro de 2 dias em Monte Verde, Minas Gerais ❤


O que fazer em Monte Verde?

A Avenida Monte Verde, rua principal, possui várias lojas de roupas, doces, queijos e bebidas. Recomendo provar o doce de leite Viçosa, eleito 9x melhor do Brasil, delicioso e vende em quase todas as lojas de doces caseiros.

Trilha | Fizemos 3 trilhas: Trilha do Platô, Pedra do Bispo e Pedra do Selado. Foram 6h de trilha, cerca de 8 km de dificuldade moderada, com uma vista panorâmica linda da cidade. Valor: R$ 50,00 por pessoa.

Quadriciclo | Para quem curte aventura o passeio de quadriciclo dura em torno de 2h e custa R$ 70,00.

Fechamos ambos os passeios, trilha e quadriciclo, em uma agência local, recomendo comparar os preços nas agências e negociar, pois eles oferecem bons descontos.

Onde ficar:
Pousada Valle das Flores
Pousada super confortável, limpa e a hidromassagem estava ótima rs.
R$ 370, 00 diária para 2 pessoas com café da manhã.
Rua do Luar, 2310 Esq com Rua do Aeroporto e, Av. Sol Nascente, Camanducaia – MG

Onde comer:
A Casa do Fondue
O local é super agradável e romântico, com música ao vivo.
Rodízio de carne e queijo: 89,90 por pessoa.
Rua: Rolinha, 71, Camanducaia – MG

Quando fomos A Casa do Fondue tinha uma fila de espera de 40 min. então resolvemos esperar, até chegar nossa vez, na Fritz Cervejaria, que fica em frente ao restaurante.  

Fritz Cervejaria Artesanal
Possui vários tipos de cervejas artesanais e no mesmo local fica a fábrica que também abre para visitações.
Rua: Rolinha, 40 – Monte Verde, Camanducaia – MG

O que levar na mala:
Leve roupas de frio em qualquer época do ano, pois é comum chegar a 5º C em pleno mês de janeiro.

Um beijo,

Fê Toyomoto.

Como comprar passagem aérea barata?

Oii gente,

Viajar é uma delícia né, mas quando colocamos os custos na ponta do lápis, repensamos mil vezes qualquer viagem. Segundo uma pesquisa feita pelo Skyscanner, o Brasil ficou em 5º lugar entre as passagens aéreas mais caras do mundo. Por isso, separei algumas dicas para não gastar rios de dinheiro com passagens aéreas.

1 – Uma pesquisa feita pela Fare Compare relatou que o melhor dia para comprar passagem é terça-feira (às 15h) e quarta-feira. Evite finais de semana, pois as tarifas tendem a subir.

2 – Ainda segundo a pesquisa, os dias mais baratos para voar costumam ser terça-feira, quarta-feira e sábado, pois os outros dias são muito usados por pessoas que viajam a trabalho.

3 – Confira aeroportos em diferentes regiões: a diferença pode ser grande entre os aeroportos, cidades ou países vizinhos.

4 – Compre com antecedência: voo internacional cheque de 3 a 4 meses antes e voo nacional em torno de 1 mês e meio antes. Segundo uma pesquisa da Cheap Air, os voos começam a aumentar cerca de 14 dias antes.

5 – Conexões saem mais barato:  voos internacionais de longa distância com conexão tendem a sair mais barato do que voos diretos.

6 – Fuja da alta temporada: os preços tendem a aumentar em picos de alta temporada.

Dicas gerais para encontrar uma passagem aérea barata

1 – Ative a opção “Navegação Privada” ou “Janela Anônima” do seu navegador. Os sites rastreiam se você já os visitou antes e isso pode aumentar o preço.

2 – Use comparadores de preços como: Google Flights, Skyscanner, Kayak e Decolar.

3 – Achou uma passagem barata? Cheque diretamente no site da empresa aérea, isso porque os buscadores cobram uma taxa extra de administração.

4 – Para voos internacionais cheque sempre nas empresas “low cost” que oferecem baixas tarifas. São muito utilizados na Europa e Ásia, na América Latina e África não são tão comuns. Mas atenção as regras da companhia, geralmente, há uma taxa extra para despachar bagagem.

Espero que tenham gostado dessas dicas!

Um beijo,

Fe Toyomoto.

Importância do Seguro Viagem | Meu acidente no Chile

Oii gente,

E quando os seus planos de viajar um ano pelo mundo são suspensos por um acidente? Pois é, às vezes a vida te surpreende. Estava escalando no Chile, cai e quebrei a tíbia, tive que voltar para o Brasil em um voo de urgência para uma cirurgia.

Apesar do susto e da dor, estou bem, o projeto de volta ao mundo estará suspenso por uns 4 meses até eu poder voltar a andar. São muitos pensamentos que passaram e passam pela minha cabeça: estou fazendo a coisa certa? Por que isso aconteceu? Fiquei em choque quando o médico chileno me deu a notícia, uma mistura de frustração e impotência, mas acredito que tudo tem um motivo, na semana do acidente era para eu estar em San Pedro do Atacama, onde aconteceu uma imensa enchente, pessoas feridas e desabrigadas.

Apesar do sonho ter estacionado por um momento, não vou desistir e não vou deixar de acreditar que a vida vai melhorar quando as boas notícias se atrasarem.

Uma aprendizagem que vou levar para a vida é nunca viajar sem seguro viagem. O seguro é sempre uma decisão pessoal, mas em emergências, como no meu caso, o seguro viagem foi fundamental para redução de custos.

Confira o vídeo sobre a importância do seguro viagem e sobre o fato de eu ficar os 3 próximos meses sem andar!

Na hora de avaliar um seguro viagem, considere:

– Valor da cobertura;
– Países de cobertura;
– Coberturas extras: seguro de vida, seguro de bagagem, cancelamento da viagem, atraso de voos, assistência jurídica;
– Esportes radicais: por exemplo, trekking e escalada;
– Processo de reembolso
– O que não cobre

Fiz a cotação em 3 empresas: Real Seguros, Mondial, World Nomads. Optei pela World Nomads pela junção de 3 fatores: valor da cobertura, preço e principalmente pela cobertura de esportes radicais.

Viajar agora?! Só com seguro viagem rs!

Um beijo,

Fer Toyomoto.

Viagem longa | Minhas Compras na Decathlon

Fazer a mala de viagem é sempre um dilema né? Em breve farei uma longa viagem (logo vocês saberão mais detalhes), onde pretendo viajar com no máximo 6 kg e uma mochila que funcione para verão e inverno.

Com o tempo, aprendi a lidar com a vaidade na estrada e desapegar, pretendo levar roupas para uma semana e ir lavando, simples assim.

Listando os itens que eu precisaria levar, haviam alguns objetos e peças que eu ainda não tinha, principalmente aqueles de secagem rápida e roupas que fossem bem quentes, mas que não pesasse, afinal vou carregar tudo nas costas.

Fui às compras na Decathlon, minha loja preferida de artigos para viagem. O que precisei comprar:

  • Mochila 50L com capa de chuva embutida
  • Capa de chuva para mochila de ataque – mochila de ataque é aquela onde você leva os seus pertences mais importantes: computador, câmera, documentos, etc.
  • Cadeado sem chave, ninguém merece ficar carregando as chaves
  • Money belt para guardar o dinheiro
  • Toalha de microfibra, seca em 1h, super prática
  • Luz de cabeça – ideal para arrumar a mala, quando você não quer acordar o colega do hostel ou para aquela trilha / acampamento noturno
  • Travesseiro de pescoço – comprei um que você pode usar de 3 maneiras diferentes (veja o vídeo)
  • Capa de chuva
  • Calça bermuda resistente água – ideal para dias chuvosos e trilhas, seca super rápido
  • Casaco fleece – super leve e aguenta até 0 graus
  • Calça térmica – para invernos mais pesados
  • Lençol portátil – esse é um item dispensável, porém se você estiver fazendo um couchsourfing, por exemplo, ou um retiro de meditação você poderá precisar levar o seu  lençol. Esse que comprei é super prático e leve, com secagem rápida.
  • Garrafinha de água resistente – comprei de 500 ml, pois cabe em qualquer bolsa e eu não passo sede rs

Confira todos os detalhes e preços das minhas compras! ❤

Em breve farei um vídeo listando todos os itens que levarei na mala e como organizo minha mochila.

Espero que tenham gostado!

Um beijo,

Fê Toyomoto.

5 dicas para viajantes vegetarianos

Oii gente,

Durante um ano da minha estadia na Índia eu fui vegetariana, ser vegetariana na Índia é fácil, há uma variedade de comida veg. Logo depois me mudei para a Argentina e no meu primeiro final de semana em Mendoza, a família da minha amiga preparou um almoço de domingo para mim: churrasco.  Fiquei com vergonha de recusar a comida que eles tinham preparado com tanto carinho e voltei a comer carne, em menor quantidade, mas ainda comia.

De volta a rotina, voltei a ser vegetariana, me sinto muito melhor em não comer carne, mas Fê e quando você viaja? Pois é, ser vegetariano / vegano não é sinal de passar fome em viagens, só precisa de um pouquinho de planejamento.

Dependendo de onde você estiver viajando, aderir uma dieta vegana pode ser um desafio. Na Índia ou Alemanha, por exemplo, é super fácil encontrar comida vegetariana. Já na zona Rural da Romênia, convenhamos que pode ser um pouco mais complicado, mas se preocupar com o que você come ou bebe não pode impedir você de viajar.

fernanda-toyomoto-vegetariana

Bangkok, Tailândia

Veja 5 dicas para viajantes vegetarianos / veganos:

1 – Apps para celular

A tecnologia está disponível para nos ajudar. Há diversas ferramentas que podem nos ajudar a encontrar restaurantes e locais vegetarianos / veganos como Yelp, TripAdvisor e o Happy Cow, um dos melhores aplicativos para os vegetarianos, ele mostra os locais por categorias: veganos, vegetarianos ou veg-friendly, além de incluir supermercados e organizações veganas.

happy-cow-app-vegetariano

2 – Supermercado

Os supermercados são uma ótima opção, não somente para economizar em longas viagens como para manter sua alimentação sem carne. Em grande parte dos mercados é possível encontrar opções veganas e vegetarianas, como tofu, grãos, vegetais e frutas.

Mesmo que não tenha um restaurante perto, você pode preparar sua refeição. Lembre-se de reservar um hostel, hotel ou Airbnb que tenha uma cozinha que você pode usar. Uma dica é sempre carregar frutas e nuts na sua mochila para aquele momento que a fome apertar.

3 – Não sei o idioma e agora?

O Google Tradutor te ajudará se você não fala a língua local. Use o aplicativo no celular para escanear o ingrediente e a descrição do menu. Outra opção é habilitar o microfone do aplicativo e pedir para um local falar o que é aquele produto / prato, a mágica acontecerá e o Google traduzirá para você. Não será sempre que funcionará 100%, mas palavras como: carne, frango, peixe, leite, queijo, ovo e mel com certeza aparecerão.

google-tradutor

4 – Deixe a vergonha de lado e pergunte

Acabou a bateria do celular? Nessa hora vale até fazer mimica e som dos animais rs, mesmo que você saiba apenas poucas palavras você sempre encontrará pessoas para te ajudar.

comida-vegetariana-viagem

5  – Marmitinha sim!

Tenha sempre em sua mochila frutas e nuts , vai passar o dia todo fora? Um sanduíche com pasta de amendoim pode ser uma boa opção. Use a criatividade e prepare sua comida antes de sair.

Ser vegetariano / vegano não precisa ser uma dificuldade, muito menos uma tortura. Em São Paulo, por exemplo, há diversos restaurantes, bares, feiras e mercados com preços super acessíveis.

Então pegue seu mapa, faça o download de aplicativos, deixe a vergonha de lado e se comunique com as pessoas. Garanto que sua viagem (vegetariana) será incrível.

Boa  viagem!

Um beijo,

Fê Toyomoto.

Maya Bay, a praia mais famosa da Tailândia, ficará fechada por tempo indeterminado

Oii gente,

Um dos passeios mais legais que fiz na minha última viagem pela Ásia, esse ano, foi o Maya Bay Sleepaboard, o único barco que podia ficar ancorado em uma das ilhas mais paradisíacas da Tailândia – Maya Bay.

Realmente a ilha é um lugar muito especial, com um dos pores do sol mais lindos que eu já vi na vida, além da água ser super cristalina, mas tudo isso tem o seu preço.

maya-bay-fechada

Por do Sol em Maya Bay

Quem sonha em visitar a ilha eternizada no filme “A Praia” com Leonardo DiCaprio terá que aguardar, a ilha ficará fechada por tempo indeterminado até que seu ecossistema se recupere, segundo o Departamento de Parques Nacionais, Vida Selvagem e Conservação de Plantas da Tailândia (DNP).

A praia localizada na ilha de Phi Phi Leh está fechada desde primeiro de junho e tinha previsão para reabrir no final de setembro deste ano, mas como os recifes de corais ainda não foram totalmente recuperados, a interdição de quatro meses não foi o suficiente.

maya-bay-fechada-tailandia

Maya Bay

A Tailândia fecha regularmente os parques e ilhas nacionais por diversos motivos, desde condições climáticas extremas até recuperação ecológica, mas essa foi a primeira vez que tais medidas foram tomadas. Dados divulgados pelo DNP sugeriram que o parque chegaria a 2,5 milhões de visitantes em 2018, um aumento de meio milhão no comparativo anual.

A praia fica realmente cheia após as 8h da manhã e isso tem consequências, desde o lixo descartado na praia, até a contaminação da água pela gasolina dos barcos, protetor solar, etc.

maya-bay-fechada-tempo-inderterminado

Maya Bay, Tailândia

Quem está planejando uma viagem para a Tailândia e pretende conhecer especificamente Maya Bay terá que aguardar, mas não deixem de visitar a Tailândia por isso, há diversas outras ilhas incríveis.

Um beijo,

Fer Toyomoto.