Usando Minas Terrestres para Salvar Vidas de Crianças no Camboja – Museu Aki Ra

Oii gente,

O Camboja é um dos países com mais minas terrestres ativas no mundo, como resultado de décadas de conflito, incluindo uma guerra civil, o regime do Khmer Vermelho, atentados norte-americanos e ocupação vietnamita.

Na década de 70, ocorreu um dos maiores genocídios da humanidade promovido pelo Khmer Vermelho, nome informal dado ao Partido Comunista do Camboja. Liderado por Pol Pot, o governo tinha o objetivo de estabelecer, a qualquer custo, uma utopia agrária.

Cidades foram esvaziadas e milhões de pessoas, obrigadas a se instalar em fazendas coletivas, onde faziam trabalhos forçados por muitas horas, sem alimentação adequada. Propriedades privadas foram confiscadas, escolas, bancos e hospitais não funcionavam, as religiões estavam proibidas. Em quatro anos, o Khmer Vermelho dizimou cerca de um quarto da população do Camboja – diretamente, por execuções; e indiretamente, por fome, exaustão e doenças.

Aki Ra é um ex-soldado infantil recrutado pelo Khmer Vermelho. Ele dedicou sua vida à remoção de minas terrestres no Camboja. Aki Ra, pessoalmente, removeu e destruiu mais de 50.000 minas e é o fundador do The Cambodian Landimine Museum. Em 2010, ele foi escolhido como um dos 10 maiores heróis da CNN. O Museu trabalha em parceria com duas organizações sem fins lucrativos que ajudam a limpar as minas e outros artefatos explosivos em todo o país.

Milhões de minas terrestres já foram desarmadas, mas ainda há muito trabalho a ser feito, estima-se que há entre 4 e 6 milhões de minas ativas no Camboja. Dezenas de civis ainda são feridos e mortos todos os anos.

Conheça o incrível The Cambodian Landimine Museum

Onde: The Cambodian Landimine Museum. P.O. Box 93084, Siem Reap Angkor, Siem Reap Province, Camboja.

Horário de funcionamento:  7h30 às 17h30 todos os dias.

Preço: $5 dólares para adultos, criança com menos de 10 anos não paga e grátis para os moradores do Camboja.

Fe Toyomoto.

Anúncios

Dá para viajar para o exterior falando apenas português?

Oii gente,

Falar inglês de fato é um diferencial, principalmente em viagens internacionais, isso te permite ter mais facilidade no dia a dia e ter um contato mais profundo com a cultura local, mas isso está longe de ser um impeditivo.

Confira algumas dicas para você viajar o mundo, mesmo falando só português!

  • Se você está inseguro em viajar falando só português, há em torno de 10 países onde o português é a língua oficial como Portugal, Angola, Cabo Verde, dentre outros.
  • Também é possível se virar bem em países que falam espanhol, há muitas palavras similares, além do famoso portunhol (mix de português e espanhol).
  • Aprenda as principais palavras na língua do país que você visitar:  olá, obrigada, por favor, tchau, sim, não. Sempre anoto as principais palavras em um caderno e carrego comigo, isso também demonstra empatia pela cultura local.
  • Seja criativo: um olhar, uma expressão, um sorriso, gestos, mímicas e desenhos. Vale tudo, deixe a vergonha de lado.
  • Há sempre mais pessoas boas do que más no mundo, sempre haverá alguém para te ajudar, acredite.
  • Dicionário de bolso salva a vida em momentos que a tecnologia falha.
  • Aplicativos de viagem para celular: existem vários apps que funcionam offline e traduzem qualquer coisa.

Alguns aplicativos para celular que considero muito úteis em viagens:

Google Translator:  É possível tirar foto da placa, do menu do restaurante e até gravar um áudio que o app traduz para você.

AroundMe: A partir da sua localização o app busca os pontos próximos a você, como bancos, bares, postos de combustíveis, hospitais, hotéis, cinemas, restaurantes, supermercado, lojas, táxis, teatros, dentre outros.

Duolingo: O Duolingo é um aplicativo de idiomas interativo, onde você pode aprender a língua do básico ao avançado, aprendendo tanto a ler, como escrever, ouvir e falar.

Youtube: O Youtube é perfeito para aprender frases básicas no idioma que você deseja. Há diversos youtubers que ensinam palavras de sobrevivência naquele país que você quer visitar.

Boa viagem, se joga!

Um beijo.

Fe Toyomoto.

Como comprar passagem aérea barata?

Oii gente,

Viajar é uma delícia né, mas quando colocamos os custos na ponta do lápis, repensamos mil vezes qualquer viagem. Segundo uma pesquisa feita pelo Skyscanner, o Brasil ficou em 5º lugar entre as passagens aéreas mais caras do mundo. Por isso, separei algumas dicas para não gastar rios de dinheiro com passagens aéreas.

1 – Uma pesquisa feita pela Fare Compare relatou que o melhor dia para comprar passagem é terça-feira (às 15h) e quarta-feira. Evite finais de semana, pois as tarifas tendem a subir.

2 – Ainda segundo a pesquisa, os dias mais baratos para voar costumam ser terça-feira, quarta-feira e sábado, pois os outros dias são muito usados por pessoas que viajam a trabalho.

3 – Confira aeroportos em diferentes regiões: a diferença pode ser grande entre os aeroportos, cidades ou países vizinhos.

4 – Compre com antecedência: voo internacional cheque de 3 a 4 meses antes e voo nacional em torno de 1 mês e meio antes. Segundo uma pesquisa da Cheap Air, os voos começam a aumentar cerca de 14 dias antes.

5 – Conexões saem mais barato:  voos internacionais de longa distância com conexão tendem a sair mais barato do que voos diretos.

6 – Fuja da alta temporada: os preços tendem a aumentar em picos de alta temporada.

Dicas gerais para encontrar uma passagem aérea barata

1 – Ative a opção “Navegação Privada” ou “Janela Anônima” do seu navegador. Os sites rastreiam se você já os visitou antes e isso pode aumentar o preço.

2 – Use comparadores de preços como: Google Flights, Skyscanner, Kayak e Decolar.

3 – Achou uma passagem barata? Cheque diretamente no site da empresa aérea, isso porque os buscadores cobram uma taxa extra de administração.

4 – Para voos internacionais cheque sempre nas empresas “low cost” que oferecem baixas tarifas. São muito utilizados na Europa e Ásia, na América Latina e África não são tão comuns. Mas atenção as regras da companhia, geralmente, há uma taxa extra para despachar bagagem.

Espero que tenham gostado dessas dicas!

Um beijo,

Fe Toyomoto.

15 Curiosidades Sobre o Uruguai

Oii gente,

Nos últimos anos, o Uruguai tem se tornado o país queridinho dos turistas, recentemente estive lá e hoje trouxe 15 curiosidades sobre o Uruguai. Você sabia que no Uruguai a maconha é liberada, o aborto é legalizado, há mais ovelhas do que pessoas e que cerca de 40% da população não acredita em nenhuma religião? Confira!

Confira 15 curiosidades sobre o Uruguai

1 – Habitantes –  O Uruguai tem uma população de aproximadamente 3,5 milhões. Porém, há mais de 8 milhões de ovelhas no país, estatisticamente, há quase três ovelhas para cada uruguaio.

2 – Educação – Todos têm acesso à escola, que deve ser gratuita, obrigatória e sem interferência de igrejas.

3 – Religião – Cerca de 40% da população não acredita em nenhuma religião – é o índice mais alto da América do Sul. Lá, a Semana Santa passou a se chamar “Semana do Turismo”, e o Natal, “Dia da Família”.

4 – Maconha – Em 2014, o Uruguai foi o primeiro país do mundo a regulamentar o consumo de maconha, que passou a ser vendida em farmácias para residentes permanentes, logo turistas não podem comprar. Cada pessoa pode ter até 6 mudas em casa, no entanto, é ilegal vendê-las.

5 – Aborto – Em 2012, o país descriminalizou a interrupção da gravidez, e o número de mortes durante abortos caiu a zero. Também é permitida a eutanásia, quando doentes terminais podem optar por interromper tratamentos para prolongação da vida.

6 – Água potável – O Uruguai é um dos poucos países do mundo, onde toda a população tem acesso a água potável.

7 – Culinária – churrasco, doce de leite e alfajor são muito tradicionais. Porém, o prato mais famoso do Uruguai é o chivito: um tipo de x-tudo que vem com carne, ovo, presunto, bacon, batatas fritas, entre outras coisas.

8 – Sal – Há uma lei que proíbe os restaurantes a deixarem os saleiros em cima das mesas e nos cardápios sempre vem escrito: sem sal. Caso queira colocar sal na comida, você deve pedir para o garçom trazer o saleiro, que geralmente fica escondido. Isso porque existe toda uma política do governo para diminuir o consumo de sal da população – o Uruguai é um dos países com maior índice de hipertensão no mundo.

9 – Mate – Os uruguaios têm a tradição de tomar mate. Quem prepara a bebida é chamado (a) de cebador e somente ele (a) pode preparar o mate da rodada, pois é a maneira como se coloca a erva para infusão, que define um bom de um mal cebador, podendo ser açucarada ou não.
Algumas regras:
– Somente o cebador pode preparar o mate;
– Não pode tocar na bombilla (“canudo”), pois pode alterar o sabor da erva;
– Se você receber o mate e falar “gracias” (obrigado), significa que você não quer mais;
– Sempre que você passar o mate deve passar com a bombilla virada para a pessoa;
– Sempre que finalizar o mate chupe o ar pela bombilla para que faça um barulho, isso mostrará que você terminou e assim o cebador poderá preparar o próximo mate.

10 – Torta frita – No Uruguai, há costume de comer torta frita acompanhado do mate, é muito fácil encontrar nas ruas. O custo varia de 10 a 40 pesos uruguaios (não mais do que um dólar). É muito comum que os uruguaios os façam em suas casas, pois são fáceis de preparar. Não se sabe exatamente quando iniciou esta tradição, mas sabe-se que era um costume na Banda Oriental e eles usavam a água da chuva para fazer as tortas fritas. Talvez por isso tenha ocorrido a associação de dias chuvosos com o hábito de comer as tortas fritas.

11 – Cassino – Os cassinos são liberados no Uruguai e rendem uma significativa receita em impostos para o governo. Inclusive Punta Del Este é um dos destinos mais conhecidos pelos cassinos.

12 – Carvanal – O Uruguai tem o carnaval mais longo do mundo. São 40 dias de festas e apresentações.

13 – Música – Os dois principais ritmos do Uruguai são a murga e o candombe.

14 – Hino Nacional – o hino nacional uruguaio dura 6 minutos, um dos mais longos do mundo.

15 – Sol – No verão, o sol fica no céu até às 22h, da para curtir a vontade, é muito comum ver famílias nas praias e nos parques após às 18h.

Espero que tenham gostado de conhecer um pouco mais sobre o Uruguai.

Um beijo,

Fer Toyomoto.

Documentário Sobre Menstruação Vence Oscar | Presenciei essa Realidade na Índia

Oii gente,

O vencedor do Oscar 2019 na categoria documentário curta-metragem foi: Period. End of Sentence em português Absorvendo o tabu, que fala sobre o tabu da menstruação na Índia e como isso interrompe a educação de milhares de garotas.

O documentário mostra uma comunidade que produz absorventes biodegradáveis, onde leva absorventes à comunidades, além disso, a máquina de produção exige trabalhadoras treinadas, proporcionando as mulheres ensino técnico e um emprego, as empoderando intelectualmente e financeiramente. Ao mesmo tempo, ONGs dão cursos para tirar o estigma da menstruação.

Durante um ano que morei na Índia, vivenciei de perto esse tabu que atinge todas as castas, desde as mais baixas até as mais altas. Uma pesquisa revelou que 1 a cada 5 meninas deixam a escola por vergonha quando estão menstruadas. São mais de 3 milhões de jovens meninas que prejudicam seus estudos por esse motivo.

Confira o vídeo sobre o documentário Absorvendo o tabu (Period. End of Sentence) e minha experiência na Índia em relação à menstruação!

Aos poucos a sociedade está mudando, mas há um longo caminho a percorrer.  O primeiro passo para superar esse tabu é começar a falar sobre o assunto, com naturalidade. Isso contribui para que diversas meninas do mundo todo se mantenham saudáveis e ativas durante a menstruação.

Quer saber mais sobre esse tabu? Confira esse post.

Um beijo,

Fer Toyomoto.

 

 

Candombe: Carnaval Uruguaio

Oii gente,

Uma das coisas que mais me encantou no Uruguai foi o candombe. O candombe é um ritmo de origem africana e tem sido parte importante da cultura uruguaia por mais de 200 anos.

O ritmo chegou ao Uruguai graças aos escravos e continua presente até hoje e tem sua maior manifestação nas “llamadas” do Barrio Sur e Palermo.

Há três tipos de tambores: piano, chico e repique, que são denominados, em conjunto, como cuerda.

As chamas bailam na poderosa fogueira e esquentam os tambores. Filas de bateristas desfilam pelas ruas numa confusão de músculo, suor e som, enchendo noite e dia com este ritmo.

As comparsas, agrupamentos musicais, saem às ruas acompanhadas por multidões de dançarinos e populares. O cortejo é conduzido pelo escobero, em geral um jovem que tem a função de arauto; o mestre dos tambores é conhecido como gramillero, sempre acompanhado de sua mama vieja – uma mulher vestida de trajes coloridos e com um leque à mão.

Tive a oportunidade de acompanhar e ser convidada a segurar a faixa na avenida, em uma das principais llamadas, pela Balelé: primeira comparsa de cego e inclusiva do Uruguai, onde grande parte das dançarinas e músicos são cegos.

Ao perguntar para Flor, uma das integrantes cegas sobre o candome, sua resposta não poderia ser mais representativa: “é mágico Nanda”. A energia, a comunidade, todos unidos ali na avenida por um único objetivo: sentir, dançar e tocar com a alma.

Confira o vídeo sobre o Candombe ❤

candombe-carnaval-uruguai

Um beijo,

Fer Toyomoto.

Importância do Seguro Viagem | Meu acidente no Chile

Oii gente,

E quando os seus planos de viajar um ano pelo mundo são suspensos por um acidente? Pois é, às vezes a vida te surpreende. Estava escalando no Chile, cai e quebrei a tíbia, tive que voltar para o Brasil em um voo de urgência para uma cirurgia.

Apesar do susto e da dor, estou bem, o projeto de volta ao mundo estará suspenso por uns 4 meses até eu poder voltar a andar. São muitos pensamentos que passaram e passam pela minha cabeça: estou fazendo a coisa certa? Por que isso aconteceu? Fiquei em choque quando o médico chileno me deu a notícia, uma mistura de frustração e impotência, mas acredito que tudo tem um motivo, na semana do acidente era para eu estar em San Pedro do Atacama, onde aconteceu uma imensa enchente, pessoas feridas e desabrigadas.

Apesar do sonho ter estacionado por um momento, não vou desistir e não vou deixar de acreditar que a vida vai melhorar quando as boas notícias se atrasarem.

Uma aprendizagem que vou levar para a vida é nunca viajar sem seguro viagem. O seguro é sempre uma decisão pessoal, mas em emergências, como no meu caso, o seguro viagem foi fundamental para redução de custos.

Confira o vídeo sobre a importância do seguro viagem e sobre o fato de eu ficar os 3 próximos meses sem andar!

Na hora de avaliar um seguro viagem, considere:

– Valor da cobertura;
– Países de cobertura;
– Coberturas extras: seguro de vida, seguro de bagagem, cancelamento da viagem, atraso de voos, assistência jurídica;
– Esportes radicais: por exemplo, trekking e escalada;
– Processo de reembolso
– O que não cobre

Fiz a cotação em 3 empresas: Real Seguros, Mondial, World Nomads. Optei pela World Nomads pela junção de 3 fatores: valor da cobertura, preço e principalmente pela cobertura de esportes radicais.

Viajar agora?! Só com seguro viagem rs!

Um beijo,

Fer Toyomoto.