Viagem longa | Minhas Compras na Decathlon

Fazer a mala de viagem é sempre um dilema né? Em breve farei uma longa viagem (logo vocês saberão mais detalhes), onde pretendo viajar com no máximo 6 kg e uma mochila que funcione para verão e inverno.

Com o tempo, aprendi a lidar com a vaidade na estrada e desapegar, pretendo levar roupas para uma semana e ir lavando, simples assim.

Listando os itens que eu precisaria levar, haviam alguns objetos e peças que eu ainda não tinha, principalmente aqueles de secagem rápida e roupas que fossem bem quentes, mas que não pesasse, afinal vou carregar tudo nas costas.

Fui às compras na Decathlon, minha loja preferida de artigos para viagem. O que precisei comprar:

  • Mochila 50L com capa de chuva embutida
  • Capa de chuva para mochila de ataque – mochila de ataque é aquela onde você leva os seus pertences mais importantes: computador, câmera, documentos, etc.
  • Cadeado sem chave, ninguém merece ficar carregando as chaves
  • Money belt para guardar o dinheiro
  • Toalha de microfibra, seca em 1h, super prática
  • Luz de cabeça – ideal para arrumar a mala, quando você não quer acordar o colega do hostel ou para aquela trilha / acampamento noturno
  • Travesseiro de pescoço – comprei um que você pode usar de 3 maneiras diferentes (veja o vídeo)
  • Capa de chuva
  • Calça bermuda resistente água – ideal para dias chuvosos e trilhas, seca super rápido
  • Casaco fleece – super leve e aguenta até 0 graus
  • Calça térmica – para invernos mais pesados
  • Lençol portátil – esse é um item dispensável, porém se você estiver fazendo um couchsourfing, por exemplo, ou um retiro de meditação você poderá precisar levar o seu  lençol. Esse que comprei é super prático e leve, com secagem rápida.
  • Garrafinha de água resistente – comprei de 500 ml, pois cabe em qualquer bolsa e eu não passo sede rs

Confira todos os detalhes e preços das minhas compras! ❤

Em breve farei um vídeo listando todos os itens que levarei na mala e como organizo minha mochila.

Espero que tenham gostado!

Um beijo,

Fê Toyomoto.

7 dicas para viajar só com a mala de mão

Oii gente,

Sempre que vamos viajar bate aquela dúvida, o que levar na mala de viagem? Seja uma viagem nacional ou internacional, de carro, ônibus ou avião, organizar a mala é um item importante.

Meus pais são separados, por isso desde pequena enfrentava o dilema do que levar na mala do final de semana. No começo eu levava uma mala GIGANTE com o máximo de coisas possíveis, com o tempo fui aprendendo a levar apenas o mínimo.

Muita gente ainda tem dúvidas sobre as mudanças aprovadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) que coloca o fim da franquia obrigatória de bagagem despachada em voos nacionais e internacionais.

Com isso, a bagagem de mão deve ter entre 7kg a 10 kg e a mala despachada até 23 kg, dependendo da companhia.

7 dicas para viajar só com a mala de mão

Veja 7 dicas para arrasar e viajar só com a mala de mão

1 – Escolha o tamanho certo: máximo de 35 cm de largura + 55 cm de altura + 25 cm de profundidade em voos. 

2 – Planeje e separe as peças: o primeiro passo é saber qual a temperatura do lugar que você irá, se fará frio ou calor. Separe as peças que você realmente vai usar, considere passeios, jantares, praia / piscina.

3 – Prefira roupas neutras, que combinem entre si. Dê preferência a tecidos leves e que não amassem.

4 – Faça rolinhos com as peças de roupa, isso otimizará espaço.

5 – Separe os sapatos em saquinhos individuais, dessa maneira você poderá encaixá-los mais facilmente nos espaços vazios. Lembre-se de levar sapatos curingas e que já foram testados no dia a dia.

6 –  Itens de higiene pessoal: o máximo permitido em voos são frascos de 100 ml para a bagagem de mão. Se for uma viagem curta você não precisa levar 400 ml de shampoo e condicionador. Invista em frascos miniaturas para viagem, você encontra diversos modelos aqui

7 – Uma dica muito legal é levar sabão de coco para uma emergência. Acabaram as roupas? É só lavar no chuveiro e colocar para secar no quarto. Sabão de coco salva vidas, juro!

Fechou a mala?! Atenção com o peso hein!

Informações necessárias sobre bagagem, segundo a ANAC

Bagagem despachadas: as companhias poderão cobrar pelo despacho da bagagem, critérios e valores serão definidos por cada empresa.

Bagagens extraviadas: indenização em até 7 dias após a reclamação.

Bagagem de mão: uma bagagem pequena de até 10 kg + volume de mão (bolsa, mochila ou sacola).

Essas são algumas dicas que me ajudam na hora de organizar a mala de viagem. Espero que também ajude vocês.

Beijos,

Fer Toyomoto.

Vale a pena comprar tecnologia na Ásia?

Oii gente,

Está planejando uma viagem pela Ásia? Pode ser uma boa oportunidade para você comprar eletrônicos. O MBK é o maior shopping da Tailândia com mais de 2.000 lojas e preços bastantes competitivos.

Há de tudo, iPhone, GoPRO, MacBook, câmeras, até móveis e jóias. Para vocês terem uma ideia de valores, o MacBook PRO com Touch Bar 256 GB custa R$ 6.590,00, no Brasil esse mesmo computador chega a custar R$ 13 mil reais.

Ficou curioso (a) para conhecer o MBK em Bangkok? Confira o vídeo ❤

Uma dica para quem pretende comprar na Tailândia é o VAT Refund, reembolso, de mais ou menos 7%, referente ao valor do produto.

vat refund thailand

Foto: Reprodução

Como receber o VAT Refund:

  1. Verifique se a loja oferece o VAT Refund;
  2. Caso positivo, ao finalizar a compra com valor mínimo de R$ 200,00 será solicitado seu passaporte e você preencherá um formulário;
  3. Feito o procedimento, você receberá um comprovante que valida a compra;
  4. Ao chegar no aeroporto, procure o lugar indicado com o VAT;
  5. Apresente os papéis carimbados junto ao seu passaporte e você receberá o reembolso 🙂

Obs.: Até 10.000 baths, o reembolso é em dinheiro, caso o valor seja superior, será creditado no seu cartão de crédito.

mbk-shopping-mall

Foto: Reprodução

Como chegar: metrô BTS1, desça na estação National Station.

Há não se esqueça de pechinchar e boas compras!

Um beijo,

Fer Toyomoto.

Frankfurt – Roteiro de 1 dia

Oii gente,

Nas férias desse ano resolvi fazer uma Asia trip, o roteiro? Tailândia, Camboja, Laos e Vietnã. Aproveitamos a escala de 8 horas em Frankfurt para fazer um tour pela cidade, Frankfurt é a 5ª maior cidade da Alemanha e é conhecida por ser o centro financeiro do país.

A dica para quem não tem muito tempo é ir de metrô até o centro da cidade, leva só 15 minutos e o ticket individual custa 9,55 € (ida e volta) e para duas pessoas custa 16,60 € (ida e volta).

Logo depois fizemos um sightseeing com a Gray Laine o tour custa 20 € e em uma hora você conhece os principais pontos turísticos da cidade. Terminamos nossa visita na main tower, um dos pontos mais altos da cidade, 52 andares e 190 metros, a vista é de tirar o fôlego e a entrada custa 7,50 € por pessoa.

Ficou curioso (a) para conhecer Frankfurt? Confira o vídeo ❤

Dicas:

  • Metrô: A estação do centro é a Hauptwache (linha S8 e S9)
  • Tour: O ticket do sightseeing comprado pela internet é um pouco mais barato, ao comprar na hora eles só aceitam dinheiro. Os pontos turísticos que o tour express cobre são: Saint Paul’s Cathedral – “Römer” Town Hall – Goethe House – Main Tower – “Alte Oper” Opera House – “Palmengarten” Botanic Garden – “Senkenberg” Museum – Trade Fair Centre – Central Station – “Riverbank Museums” – “Eiserner Steg” Pedestrian Bridge – “Alt Sachsenhausen” Pub District – “Untermainkai” Riverside Avenue – “Mainkai” Riverside Avenue – Frankfurt Zoo – “Hauptwache” Square.
  • Euro: Há caixas eletrônicos por toda a cidade e a maioria dos estabelecimentos aceitam cartão, então se você for passar apenas uma tarde não precisa se preocupar em levar euro.
Main Tower Frankfurt Germany

Main Tower Frankfurt, Alemanha

Banco Central Europeu

Banco Central Europeu

mapa-metro-frankfurt

Mapa do metrô, Frankfurt

Acompanhem o blog e o instagram @fertoyomoto com todas as novidades e dicas da minha Asia Trip.

Super beijo,

Fer Toyomoto.

Brasília – Roteiro de 1 dia

Oii gente,

Quem aí tem curiosidade de conhecer Brasília? Eu sempre tive curiosidade de conhecer a capital do Brasil, confesso que a primeira vez que fui eu não gostei, achei a cidade meio vazia e melancólica. Conforme fui conhecendo Brasília vi que a cidade possui suas belezas e também tem uma lado cultural muito forte.

Brasília foi inaugurada em 1960 a fim de ser a nova capital do Brasil durante o governo de Juscelino Kubitschek. A construção da cidade custou em torno de um bilhão de dólares devido a ausência de estradas de ferro e de rodovias. A solução foi transportar o material de construção por via aérea, o que encareceu muito o custo das obras.

A partir de 1960, iniciou-se a transferência dos principais órgãos do Governo Federal com a mudança das sedes dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário.

O plano piloto, nome dado a região central, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer era baseado numa ideologia comunista, onde visava a integração do poder e do povo.  Apesar disso Brasília se tornou com o tempo um símbolo da desigualdade econômica do país, separando a elite de funcionários públicos, da população mais pobre habitante das cidades satélites em torno de Brasília.  

Uma dica bacana é fazer um tour guiado no Congresso Nacional, há tours em português, inglês, espanhol, francês e libras das 9:30 às 17h, o tour é gratuito e tem duração em média de 60 minutos, para agendamento do tour clique aqui.

Outra dica para conhecer o senado e a câmera sem sair de casa são as visitas virtuais, você pode acessar aqui

Um dia é suficiente para conhecer os principais pontos turísticos da cidade, que ficam concentrados na região central do plano piloto.

Ficou curioso (a) para conhecer Brasília? Confira o vídeo ❤

Roteiro de 1 dia em Brasília:

  • Torre de TV
    Horário: Segunda a Domingo das 9h às 20h
    Preço: grátis
  • Catedral de Brasília
    Horário:  Segunda-feira: 08h às 17h
    Terça e Sexta-feira 10:30h às 17h
    Quarta, Quinta, Sábado e Domingo das 08h às 17h
    Preço: grátis
  • Museu Nacional
    Horário: Terça-feira à Domingo das 9h às 18h30
    Preço: grátis
  • Esplanada dos Ministérios

  • Praça dos Três Poderes (Supremo Tribunal Federal, Congresso Nacional e Palácio da Alvorada)
  • Visita guiada ao Congresso Nacional
    Horário: Segundas, quintas, sextas, finais de semana e feriados das 9h às 17h30
    Preço: grátis
    Traje: é proibida a entrada de pessoas vestindo bermudas, shorts, camisas sem mangas, mini saias e chinelos.
brasilia-roteiro-1-dia

Tour guiado no Congresso Nacional

brasilia-roteiro-1-dia-capital-brasilVista da Torre de TV

Demais né?!

Um super beijo.

Fe Toyomoto.

Por que eu amo viajar?

Oii gente!

Tenho pensado muito sobre essa pergunta e por que do meu amor pelas viagens e pelo mundo. Acredito que as viagens me fazem esvaziar de preconceitos, de modo que consigo ver, ouvir e questionar o que me cerca, onde assumo uma postura mais curiosa e humilde para sentir e descobrir o entorno.

É como se eu fosse uma criança que deseja descobrir o por que do céu é azul, coberta de empatia e solidariedade. É inevitável, fico maravilhada com tudo a minha volta.

Chegar ao destino não é a melhor parte, a melhor parte é a jornada e do que seria esse trajeto sem essa montanha russa de emoções?! Amo esse frio na barriga, sem saber o que me espera, mas com a convicção de que tudo dará certo.

porque-amo-viajar-japa-viajante-fernanda-toyomoto

Essa emoção de desbravar o desconhecido, sentir a brisa no rosto, encontrar o silêncio da alma e a busca pelo autoconhecimento, ultrapassando meus próprios limites, me fascina.

Para mim viajar é mais do que visitar um monumento, é descobrir aos poucos os mistérios da vida. A cada viagem percebo o quanto sou pequena perante ao mundo, a cada viagem aprendo a apreciar a vida como ela é, repleta de singularidades.

Viajar, para mim, é ser livre para ser quem eu sou, aberta para novas amizades e coração aberto para o novo. Nas viagens, vivo cada momento intensamente, pois sei que as coisas podem mudar…

Um super beijo!

Fer Toyomoto.

Empanadas argentinas – como fazer?

Uma das comidas mais tradicionais da Argentina são as empanadas caseiras, além de fáceis de fazer são uma delícia! Quando morei em Mendoza, nosso programa de sábado a noite preferido era comer empanadas e tomar um vinho ao som de uma boa música.

As empanadas são similares ao pastel de forno brasileiro e pode ser assado ou frito.  Essa delícia surgiu quando os trabalhadores do campo / viajantes preparavam a merenda para uma longa jornada, originando nas  empanadas, que podem ser recheadas de carne, aves, queijos e até chocolate.

Olha só no vídeo, super fácil de fazer. Um super obrigada para Mili e Leticia, que fizeram as empanadas, meninas vocês são verdadeiras master chefs ❤

Empanadas caseiras

Ingredientes:

  • 250g de carne moída (temperada e cozida)
  • Massa para empanadas (é possível encontrar em qualquer supermercado)
  • 1 gema para pincelar

Como fazer?

  1. Pegue uma fatia de massa, adicione cerca de uma colher de sopa de recheio e feche a empanada como se estivesse torcendo as pontas.
  2. Pincele com uma gema e as leve para assar em forno pré aquecido á 180ºC por 35 minutos ou até dourar.

Observações: 

Se preferir, você pode fazer a massa caseira e trocar a carne por frango, queijo ou o recheio que preferir. Para fazer a massa você vai precisar de: 250g de farinha de trigo, 50g margarina, 2/3 água e sal, junte todos os ingredientes até que forme uma massa homogênea.

empanadas-argentinas-caseira-como-fazer

Me contem como ficou a de vocês! Espero que gostem!

Super beijo,

Fer Toyomoto.